Perceba como o crédito consolidado poderá ajudar a reduzir o impacto da subida da Euribor na mensalidade do crédito habitação

A Euribor (European Interbank Offered Rate) é uma taxa interbancária que indica o valor da taxa de juro média de empréstimos entre bancos. Quanto mais elevada for a Euribor, maior poderá ser o impacto na prestação do crédito habitação, pois o custo de empréstimos entre bancos tornar-se-á mais alto.

Em Portugal, para aqueles que estiverem a pagar um crédito habitação indexado à Euribor, é importante saber que esta taxa vai subir. Para evitar que as alterações nos valores da taxa de juro tenham um impacto directo na vida das famílias, apresentamos neste artigo o crédito consolidado.

Conheça ainda outras vantagens de aderir à consolidação de créditos

Para evitar que as alterações nos valores da taxa de juro tenham um impacto directo na vida das famílias, apresentamos neste artigo o crédito consolidado. Uma solução que ajudará a melhorar o perfil financeiro, como também a evitar problemas, como por exemplo a entrada para a lista negra do banco de Portugal.

Impacto da Euribor num crédito habitação

A European Interbanck Offered Rate é uma taxa que se encontra indexada à grande maioria dos tipos de crédito habitação em Portugal. Com formato variável, esta taxa poderá diminuir ou subir de acordo com os valores praticados pelos bancos internacionais. Em 2022, prevê-se que a subida da Euribor venha a ter um impacto significativo nas mensalidades dos créditos imobiliários.

Para evitar situações como o incumprimento bancário e entrar para a lista negra do Banco de Portugal, é fundamental encontrar soluções que ajudem as famílias a prever possíveis situações de stress ou fadiga, causadas pela subida das taxas de juro.

A pensar nisso, preparámos este artigo com uma solução que poderá ser importante para ajudar neste período – o crédito consolidado. Veja a seguir como a consolidação de créditos poderá ser determinante para reduzir esse impacto no orçamento familiar com a subida da bancos internacionais.

O que é o crédito consolidado (com taxa fixa)

A consolidação de créditos  é uma solução financeira que permite juntar várias mensalidades pagas em diferentes bancos e datas numa só. No fundo, ao aderir ao crédito consolidado, fique a pagar apenas:

  • Uma única prestação: com taxa fixa (ao longo da vida).
  • Numa só data.
  • Num só banco.

Além da reestruturação das dívidas mensais, a junção de créditos numa só mensalidade, permite ainda obter uma poupança anual até 60%.

Destacando-se como uma óptima solução para melhorar a organização financeira, o crédito consolidado pode ser uma boa ajuda para diminuir o impacto da subida da Euribor no crédito habitação. Ao longo deste artigo, iremos explicar como tudo isto será possível. Conheça ainda outros detalhes da consolidação de créditos.

Consolidação de créditos - principal ajuda para reduzir o impacto da Euribor

Entender como o crédito consolidado poderá ajudar a reduzir o impacto da subida da Euribor é fácil. Na prática, ao juntar créditos num único, fique a pagar um valor mais baixo numa data fixa.

Depois só terá que:

Utilizar a poupança da consolidação de créditos para compensar o aumento no empréstimo do crédito habitação resultante da subida da Euribor

Para não sobrarem dúvidas sobre como tudo isto poderá ser aplicado na prática, preparámos o exemplo do Ricardo e da Filipa, que utilizaram o crédito consolidado para reduzir o impacto da Euribor na mensalidade do crédito imobiliário.

Leia ainda: O que é a MTIC?

Exemplo como o Ricardo e a Filipa utilizaram o crédito consolidado para reduzir o impacto da Euribor

O Ricardo e a Filipa estavam a pagar 3 créditos em 3 bancos e datas diferentes:

Tipos de CréditoValor dos Créditos
1 crédito automóvel250€
1 crédito pessoal200€
1 crédito de cartão de crédito100€
Valor das dívidas de crédito1000€

Ao todo, pela soma dos 3 créditos, o casal acumulava um total de dívidas mensais no valor de 1000€.

 1 crédito automóvel (600€) + 1 crédito pessoal (300€) + 1 crédito de cartão de crédito (100€) = 1000€

Num dia, o Ricardo e a Filipa, viram na televisão que a Euribor iria aumentar o que consequentemente, teria um impacto directo mensal no empréstimo de crédito habitação em 90€, que ao final do ano resultaria num aumento anual da dívida em 1080€.

90€ x 12 (meses) = 1080€

Com um rendimento mensal de apenas 2200€, o casal ficou muito assustado ao antever um grande aperto financeiro, pois esperavam começar algumas obras na sua casa, a meio do ano, e tinham receio de não conseguir obter empréstimo para o fazer. Além do pouco disponível mensal, o casal temia ainda que, com a reforma da casa, o dinheiro para pagar despesas simples deixasse de existir.

Alguns exemplos de despesas comuns:

  • Alimentação.
  • Saúde.
  • Férias.
  • Medicação.
  • Educação.
  • Telecomunicações.
  • Entre outras.

Preocupados com o futuro das suas finanças, decidiram consultar um amigo, que passara há pouco por uma situação familiar semelhante, o qual lhes recomendou o crédito consolidado e-loan como uma solução para os ajudar. Sem nada a perder, e com a certeza que precisavam de fazer algo para melhorar a situação financeira antes do impacto da Euribor, o Ricardo e a Filipa decidiram fazer uma simulação de crédito consolidado gratuita na página da e-loan.

Simulação de consolidação de créditos realizada pelo Ricardo e a Filipa

Veja como ficaram os créditos do Ricardo e da Filipa antes e após a consolidação de créditos:

Antes da simulação de crédito consolidado:

3 créditos = 3 datas diferentes = 3 bancos diferentes = 1000€/mês

Após a simulação de crédito consolidado:

1 crédito consolidado = 400€/mês

Com a análise dos especialistas de consolidação de créditos e-loan, o casal percebeu que iria poupar mensalmente 600€. Esta economia, traduzir-se-ia numa diminuição das mensalidades em 60%, que no final de um ano chegaria a uma poupança de 7200€.

600€ x 12 (meses) = 7200€

Com as economias realizadas o Ricardo e a Maria conseguiram assim, sem grandes problemas, pagar o aumento do empréstimo de crédito habitação de 90€/mensais, derivado à subida da Euribor, tendo ficado ainda com 6120€ para pagar as restantes despesas.

7200€ – 1080€ = 6120€

Além disso, o casal pediu ainda um empréstimo de liquidez extra que foi utilizado para cumprirem mais rapidamente o desejo de remodelarem a casa.

NOTA:

  • Entre as demais vantagens da consolidação de créditos, uma que se destaca reporta-se ao facto do crédito consolidado apresentar taxas fixas até à maturidade do empréstimo. Esta questão foi vista também como um grande benefício para o casal, que passou a pagar sempre o mesmo valor do imposto, sem grandes surpresas para o orçamento.

Se estiver a pensar em aderir a uma consolidação de créditos para diminuir o impacto da Euribor, veja ainda outras dúvidas frequentes associadas ao crédito consolidado.

Outras questões frequentes do Crédito Consolidado ao serviço da Euribor

Aderir ao crédito consolidado para reduzir o impacto da taxa da Euribor no crédito habitação é uma boa solução. Para não sobrarem dúvidas sobre como esta ajuda poderá ser fundamental para este período, veja a seguir algumas perguntas frequentes sobre a consolidação de créditos ao serviço da taxa de juro.

Sumário

    1 - Se optar por consolidar os meus créditos para descer a Euribor quanto tempo ficarei a pagar pelo empréstimo?

    A consolidação de créditos é um tipo de crédito que deverá ser adaptável a cada caso específico. Para obter uma análise especializada de como a consolidação de créditos, poderá ser aplicada ao seu caso específico, sugerimos que efectue uma simulação de crédito consolidado no nosso site.

    NOTA:

    • A simulação é gratuita e totalmente desprovida de qualquer vínculo. Além disso, garantimos que todos os dados serão bem guardados, não pondo em nenhum dos casos qualquer cliente em causa.

    2 - Posso juntar todos os créditos que estiver a pagar numa consolidação?

    Grande parte dos créditos que estiver a pagar são passíveis de juntar num crédito consolidado. Contudo, nem todos os créditos são passíveis de consolidação.

    Créditos passíveis de consolidação:

    Veja a seguir alguns dos principais créditos que poderá juntar numa só mensalidade de crédito:

    • Créditos Pessoais: o crédito ou empréstimo pessoal, trata-se de um adiantamento de dinheiro que serve para satisfazer qualquer fim, sem a obrigatoriedade de mencionar a finalidade. Poderá servir para qualquer caso, como obras, viagens, casamento, entre outros.
    • Créditos de Cartão de Crédito: um cartão de pagamento com a particularidade de ter um plafond associado, sem ter que recorrer à conta à ordem. Esta solução, mal utilizado esta solução poderá gerar algum desconforto, por isso é também um dos candidatos aos créditos passíveis de consolidação.
    • Créditos de linhas de Créditos: uma linha de crédito é o montante que uma instituição financeira disponibiliza por empréstimo ou financiamento a particulares ou empresas.

    Além dos créditos que poderá agrupar num crédito consolidado, existem também alguns que não poderá juntar numa consolidação de créditos.

    Créditos não passíveis de consolidação:

    Veja a seguir alguns dos principais créditos que não poderá juntar numa só mensalidade de crédito:

    • Créditos renegociados: são aqueles que já foram renegociados por mais que uma vez com a entidade financeira.
    • Créditos hipotecários: créditos garantidos por hipoteca, que incidem normalmente sobre um imóvel.
    • Créditos comerciais: créditos efectuados por empresas, ligados à área comercial.

    Agora que já tem a certeza de que pode efectuar o seu pedido de crédito consolidado, não perca mais tempo, faça-o já gratuitamente no nosso simulador.

    e-loan-solucoes-financeiras-compensa-consolidar
    Simulador do Crédito Consolidado da e-loan • Fonte: e-loan Soluções Financeiras

    3 - Onde posso consolidar os meus créditos?

    Actualmente são vários os locais do mercado de créditos onde poderá efectuar o seu pedido de crédito consolidado. No entanto, é importante que, antes de partir para um pedido de crédito numa instituição financeira, procure analisar vários detalhes.

    Pormenores a analisar antes de aderir a um crédito consolidado:

    • Veracidade da instituição: verifique se a instituição de crédito se encontra vinculada ao Banco de Portugal e se cumpre com todas as obrigações delineadas. Por exemplo, se lhe pedirem dinheiro por uma consolidação de créditos, desconfie sempre, pois essa instituição poderá estar a incorrer numa ilegalidade.
    • Feedback dos clientes: este é um dos critérios mais importantes quando estiver a analisar as empresas alternativas para efectuar o seu pedido de crédito. Uma empresa com más avaliações poderá ser um mau sinal. Atente a todos os sinais.
    • Força na comunicação: estar informado é actualmente um dos pontos mais importantes que deverá ter em conta quando for analisar o seu pedido de crédito. Lembre-se sempre, informação é poder, use-a sempre a seu favor, esteja atento. Evite assim problemas graves para as suas finanças.

    Após analisar todas estas questões ficará apto para tomar uma decisão consciente e desprovida de quaisquer complicações.

    NOTA:

    • A e-loan Soluções Financeiras é uma empresa que está no mercado de créditos há mais de 17 anos. Ao longo deles já ajudámos milhares de portugueses a reestruturarem as suas finanças. O feedback dos nossos clientes posiciona-nos no mercado como uma empresa de especialistas, com celeridade em ajudar, resolver os principais problemas, e sobretudo a encontrar as melhores soluções.
    eloan-solucoes-financeiras-pagar-comissoes-bancarias-mais-baratas

    4 - Quanto posso poupar ao fim do mês com o crédito consolidado?

    Se optar por consolidar créditos com a e-loan Soluções Financeiras pode obter uma poupança anual até aos 60%. Os valores da poupança mensal serão aplicados de acordo com cada caso específico e dependem de vários factores.

    Alguns aspectos determinantes na poupança com a consolidação de créditos:

    • Valor total das dívidas mensais: soma de todas as dívidas de crédito que o cliente bancário estiver a pagar.
    • Prazo total de cada empréstimo: que estiver a pagar.
    • Situação no Banco de Portugal: se estiver em incumprimento no Mapa de Responsabilidades do Banco de Portugal, o cliente só poderá voltar a pedir crédito consolidado assim que a situação estiver regularizada.

    5 - Além da descida do impacto da Euribor no meu orçamento, que outras vantagens posso obter com a consolidação de créditos?

    São várias as vantagens associadas ao crédito consolidado.

    Outros benefícios da consolidação de créditos:

    • Melhorar o perfil financeiro: obtenha um melhor rating pessoal. Melhore assim a perceção da banca em relação ao seu perfil.
    • Conseguir pagar o seu carro: ao aderir ao crédito consolidado, se estiver a pagar um carro poderá ficar com ele automaticamente pago. Consiga assim a reserva de propriedade do seu veículo.
    • Conseguir dinheiro extra: com a consolidação de créditos poderá obter um empréstimo de liquidez extra num processo, rápido, barato, e sem grandes burocracias.
    • Evitar entrar para a lista negra do Banco de Portugal: a consolidação de créditos poderá ser um óptimo aliado para evitar a entrada em incumprimento bancário. Adira à consolidação de créditos, aumente os níveis de poupança e consiga assim garantir que nenhum pagamento fica por fazer.
    • Maior organização financeira: esta é uma das principais vantagens do crédito consolidado. Ao agrupar todos os créditos num só, fique a pagar tudo numa só data e num só banco. Deixe-se de complicações e cumpra com o pagamento de todas as suas dívidas de crédito num só pagamento.
    • Apresentar taxas fixas: o crédito consolidado não apresenta taxas variáveis. Pague o mesmo do princípio ao fim, desde o início do empréstimo.

    Agora que já conhece um pouco mais sobre como o crédito consolidado poderá ser um óptimo aliado para ajudar a suportar a subida da Euribor, está na hora de pôr pés ao caminho antes que seja tarde demais.

    Evite ao máximo que a Euribor venha a ser um problema nas suas finanças. Faça já a sua simulação gratuita e desprovida de compromissos.