O novo ano está prestes a chegar. Até lá, é importante começar um planeamento para melhorar a performance financeira

Para ter as finanças sob controlo em 2022, nada melhor do que encontrar soluções e dicas que permitam manter uma boa saúde financeira. Por isso, preparamos o Guia das Finanças 2022. Neste artigo irá encontrar várias dicas para melhorar a sua saúde financeira em 2022. Veja como começar a poupar em 2022, aumentar as suas economias, melhorar o perfil financeiro e até conseguir dinheiro extra para novos sonhos ou projetos. Tudo isso, sem perder o controlo dos créditos e das dívidas.

Dicas para planear as finanças em 2022 e melhorar a saúde financeira

Do que está à espera para melhorar a gestão do seu orçamento em 2022? Aproveite o nosso Guia das Finanças 2022 e entre no ano novo com as finanças em dia.

Guia das Finanças 2022 - Dicas para organizar as finanças e manter a saúde financeira

Começar um novo ano é sempre um momento especial para todos. As prospetivas de um futuro melhor implicam uma vida financeira mais organizada e com mais dinheiro no bolso, seja para fazer face a todas as despesas da vida, seja para avançar com algumas das realizações mais sonhadas. Para o ajudar nesta nova etapa, preparamos um guia com dicas para entrar em 2022 com a saúde financeira em dia, e sobretudo, manter as contas organizadas ao longo do ano.

Para conhecer as dicas para organizar as finanças, pode usar o sumário abaixo para navegar para um tópico específico. Se preferir, leia todo o guia financeiro e aproveite ao máximo todo o conhecimento disponível para turbinar as finanças.

Sumário

    O Guia das Finanças e-loan Soluções Financeiras está repleto de boas dicas para ter uma vida financeira saudável. Vamos em frente!

    10 dicas para melhorar a gestão financeira em 2022

    Preparamos 10 dicas para as Finanças 2022. As dicas incluem:

    • Controlar as despesas.
    • Aprender mais sobre finanças.
    • Conhecer e reconhecer o salário que ganha todos os meses.
    • Conhecer a sua taxa de esforço.
    • Aprender a evitar o incumprimento bancário nos momentos mais difíceis.
    • Aprender a renegociar serviços que paga mensalmente.
    • Perceber melhor como funcionam os créditos
    • Descobrir soluções para melhorar os índices de poupanças.
    • Saber a hora correta para pedir ajuda de especialistas em finanças.

    Dica 1 - Controlar todas as despesas orçamentais

    reorganizar datas vencimento creditos
    Crédito Consolidado • Fonte: e-loan Soluções Financeiras

    Esta é uma das primeiras etapas que deverá ter em conta quando pensar em obter uma melhor saúde financeira. É fundamental saber qual é o valor do seu salário base, identificar todas as entradas e saídas de dinheiro (despesas e gastos) mensais.

    Vamos começar por rever alguns conceitos básicos sobre finanças.

    Salário Base

    O salário base corresponde ao valor do salário líquido que ganha todos os meses com os respetivos descontos para o IRS e Segurança Social (SS). Se tem dificuldades para saber o valor do seu salário líquido, utilize o Simulador de Salário Líquido gratuito da e-loan Soluções Financeiras.

    Valores que entram

    Os valores recebidos no orçamento do agregado familiar, correspondem ao somatório daquilo que recebeu ao longo do mês. Nesta soma, entram o valor do reembolso do IRS, do salário base, do subsídio de férias ou até mesmo, de um trabalho que tenha feito fora do contexto laboral.

    Dica: o valor do salário base varia de pessoa para pessoa. Para determinar o montante total do seu salário, consulte os seus recibos de vencimento. Avalie ainda se recebe os subsídios de férias e de Natal diretamente a partir de duodécimos, ou se recebe esses valores ao final do ano.

    Valores que saem

    Os valores gastos no orçamento do agregado familiar, correspondem ao somatório daquilo que gastou ao longo do mês. As despesas mensais correspondem a tudo aquilo que teve que pagar a credores ou prestadores de serviços ao longo do mês. Alguns exemplos são as contas da casa, uma ida ao restaurante, ou até mesmo o pagamento de um ginásio.

    Existem duas categorias de valores que saem do orçamento:

    • Despesas fixas
    • Despesas variáveis.
    Despesas fixas

    São despesas obrigatórias e recorrentes (que ocorrem todos os meses).

    Exemplos de despesas fixas:

    • Pagamento da renda de uma casa.
    • Conta da água.
    • Conta de energia elétrica.
    • Conta de Internet.

    Há ainda, outras mensalidades que não estão diretamente associadas à manutenção dos serviços essenciais a uma casa.

    Outras despesas fixas:

    • Subscrição de um serviço.
    • Pagamento de quotas para ir ao futebol.
    • Serviços de streaming.
    • Mensalidades do ginásio.
    • Entre outros, que supostamente, poderiam ser suprimidas em prol de uma melhor gestão das finanças.
    Despesas variáveis

    São despesas que não apresentam uma despesa frequente mensal.

    Exemplos de despesas variáveis:

    • Compra de uma peça de roupa não planeada.
    • Uma ida a um cabeleireiro.
    • Despesas de um passeio que fizer.
    • Uma viagem inesperada.
    • A compra de um produto para o lar.

    Dica: pode usar uma folha de cálculo para controlar as entradas e saídas de dinheiro do orçamento do agregado familiar.

    A e-loan preparou uma folha para ajudar a tomar o controlo das finanças e organizar aquilo o orçamento. Pode baixar agora. É grátis!

    Dica 2 - Aumentar conhecimentos de literacia financeira

    eloan-solucoes-financeiras-categoria-diversidades
    Consolidação de Créditos • Fonte: e-loan Soluções Financeiras

    Para adquirir uma boa capacidade de gestão das finanças, é muito importante que mantenha os seus níveis de literacia elevados. Para isso, poderá recorrer a sites especializados em ajudar a poupar e a reorganizar as finanças. Pensando nisso, a e-loan Soluções Financeiras criou o blogAs Minhas Finanças“, onde poderá obter informações como melhorar a sua vida financeira.

    Com a ajuda do Blog financeiro da e-loan poderá ter acesso conteúdos sobre as mais diferentes categorias de Finanças:

    • Crédito ao Consumo: informações sobre créditos na generalidade.
    • Crédito Consolidado: tudo que o precisa saber sobre a consolidação de créditos – uma solução financeira para reduzir as dívidas até 60%.
    • Crédito Habitação: dicas para ajudar a comprar casa.
    • Crédito Pessoal: fique a saber como o crédito para pessoas singulares funciona.
    • Créditos: dicas sobre créditos para ajudar a tomar as melhores decisões na hora de pedir um empréstimo.
    • Diversidades: informação de qualidade sobre finanças e orçamento familiar.
    • Incidentes Bancários: dicas para evitar o incumprimento bancário e ter uma vida financeira saudável.
    • Institucional: fique a saber tudo sobre a e-loan e descubra porque somos referência no mercado de crédito em Portugal.
    • Investimento: descubra as melhores dicas para escolher o investimento certo e começar a poupar.
    • IRS: tudo que precisa saber sobre o IRS.
    • Poupança: artigos para aprender a poupar.
    • Tecnologia: posts sobre finanças e tecnologia.
    • Trabalho: dicas sobre o mercado de trabalho e finanças.

    O nosso blog sobre finanças publica regularmente artigos e guias para ajudar as famílias portuguesas a terem uma vida financeira mais saudável e organizada. Acompanhe as nossas publicações nas redes sociais e subscreva à nossa newsletter para receber as dicas diretamente no seu e-mail.

    Dica 3 - Conhecer o valor do salário líquido que ganha

    Tal como foi referido no ponto anterior, conhecer o valor do seu salário líquido é um ponto importantíssimo quando estiver a fazer contas às suas finanças. Sempre que ocorre uma atualização das tabelas de retenção na fonte, mudança de emprego ou atualização salarial, uma das questões mais frequentes é: “quanto receberei ao longo do próximo ano?”.

    Para descobrir quanto irá ganhar no próximo ano, utilize o Simulador de Salário Líquido.

    A calculadora do Salário Líquido poderá ser utilizada por funcionários do sector privado ou público e ajuda a saber quando irá ganhar.

    Durante a utilização do simulador tenha atenção a alguns valores importantes:

    • Subsídio de Natal.
    • Subsídio de Férias.
    • Subsídio de Alimentação.
    • Pagamentos feitos em euroticket.
    • Remuneração Recebida.

    Agora que já tem conhecimento de todos os rendimentos que deverão constar no cálculo do salário líquido, conheça a seguir o passo a passo para efetuar uma simulação.

    Para saber o valor do salário líquido indique no simulador:

    • Valor do seu salário base: correspondente ao valor do seu salário bruto.
    • Situação matrimonial: solteiro, casado, união de facto. Neste ponto, indique se 1 ou 2 titulares possuem renda.
    • Número de dependentes: indique se os tiver.
    • Valores dos subsídios de Natal e de férias: neste caso, refira se recebe este montante por inteiro ou em duodécimos. Consulte o seu recibo de remuneração para saber como recebe os subsídios.
    • Montante diário: correspondente ao subsídio de alimentação. Neste ponto, indique se o pagamento se encontra a ser realizado em cartão/ticket ou mesmo na forma de remuneração.
    • Após preencher todos os dados solicitados no simulador, terá acesso ao valor do montante que receberá no seu salário líquido mensal, conforme a tabela de IRS vigente. O Simulador de Salário Líquido é fácil de usar, rápido e gratuito. Experimenta já!

    Dica 4 - Conhecer a sua taxa de esforço

    Essa taxa mede o empenho que o agregado familiar precisa empenhar todos os meses para pagar as suas dívidas. A taxa de esforço (TE) indica a capacidade de uma pessoa singular ou família efetuar o pagamento das dívidas de crédito. Uma taxa de esforço saudável não deverá ultrapassar os 30%. Este critério é fundamental no âmbito de um pedido de crédito.

    Taxa de esforço saudável < = 30% do rendimento familiar: corresponde a 1/3 do rendimento mensal dos valores que entram.

    Para saber mais sobre a Taxa de Esforço nos créditos, baixe o nosso Guia da Consolidação de Créditos. É simples, prático e gratuito!

    Fórmula para calcular a Taxa de Esforço

    A fórmula da TE é:

    Taxa de esforço = (valor das mensalidades e despesas fixas/ rendimento líquido total do agregado familiar) x 100

    Suponha que uma família esteja a pagar 1200€ em créditos todos os meses. Se o agregado familiar tiver uma renda mensal de 2000€, a Taxa de Esforço calculada será:

    TE = 1200€/ 2000€ x 100= 60,00%

    Portanto, com uma taxa de esforço bastante elevada, acima dos 30%.

    Se estiver com uma taxa de esforço muito alta, há algumas soluções financeiras que pode considerar para resolver o problema. Pode considerar o crédito consolidado como uma alternativa para melhorar a taxa de esforço a partir da redução da quantidade de dívidas em diferentes bancos.

    Conheça o simulador de Taxa de Esforço da e-loan Soluções Financeiras. Uma calculadora para saber quanto paga nos créditos todos os meses.

    Dica 5 - Cuidar para evitar o incumprimento bancário

    O incumprimento bancário ou entrada para a lista negra do Banco de Portugal, reflete o comportamento descontrolado da gestão orçamental. Portanto, deve mesmo evitar a todo custo, ter problemas desta gravidade. Pois, após perder o controlo total das dívidas, será muito mais difícil conseguir recuperar a estabilidade financeira.

    Dica: evite chegar no incumprimento e procure alternativas para negociar com os credores. Se estiver mesmo, a ponto de entrar para a lista negra do BP, deverá pedir ajuda à instituição financeira onde tiver efetuado o pedido de crédito. As instituições financeiras podem indicar algumas soluções para o incumprimento bancário.

    Alternativas para evitar a lista negra:

    • PARI: o Plano de Ação para o Risco de Incumprimento visa efetuar uma revisão dos créditos dos clientes e assim, evitar o registo do devedor na “lista negra” do BP.
    • PERSI: o Procedimento Extrajudicial de Regularização de Situações de Incumprimento. Este plano visa ajudar os clientes a retomarem os pagamentos de um incumprimento bancário, evitando o seguimento do processo para tribunal.
    • Crédito Consolidado: a Consolidação de Créditos é uma solução que pode ajudar a reorganizar as finanças familiares. O crédito consolidado permite reduzir o número de dívidas mensais e aumentar os níveis de poupança. Trata-se de um “remédio financeiro” muito utilizado para reorganizar as finanças e evitar o incumprimento bancário.
    • Se precisa de ajuda para reorganizar as finanças e não se sentir à vontade para falar diretamente com a instituição onde tiver contraído o crédito, pode recorrer à ajuda da e-loan Soluções Financeiras. Somos especialistas em reorganização financeira.

    Dica 6 - Renegociar serviços contratados

    eloan-solucoes-financeiras-como-poupar-fatura-eletricidade
    Como economizar até 60% todos os meses • Fonte: e-loan Soluções Financeiras

    Há custos do dia a dia que são “esquecidos” nas contas do mês, que passam despercebidos, contribuindo para “inflar” o orçamento familiar. Muitos das vezes, por falta de tempo ou por preguiça, pequenas prestações, subscrições de serviços ou pagamentos associados, ficam esquecidos e impactam as contas do agregado familiar.

    Esses custos são uma resistência à poupança e em alguns casos, podem mesmo levar ao fracasso do orçamento familiar. Para começar, é preciso fazer uma análise dos serviços que tem contratado, identificar quais são realmente importantes e impor uma “limpeza” na gestão das finanças. Veja a seguir, alguns exemplos de serviços e custos que podem ficar “esquecidos” e acabar por impactar nas contas no fim do mês.

    Esquecer de apontar datas de planos gratuitos

    Hoje em dia, boa parte das plataformas streaming disponibilizam opções de “degustação” dos serviços, que ficam gratuitos durante um curto período. No entanto, estes serviços não são grátis para sempre. Muitas empresas contam com o “esquecimento” do utilizador, que deixam de eliminar a subscrição. É justamente quando começam a ser cobradas as taxas debitadas diretamente na conta todos os meses, sem que o utilizador se dê conta. Mesmo que o serviço não seja mais utilizado, haverá a cobrança.

    Nestes casos, é mesmo importante que tenha atenção aos prazos dos serviços que subscrever. Evite pagar por algo que não usa ou não se lembra mais que pediu.

    Poderá seguir dicas simples para controlar esses gastos:

    • Não aceite serviços de degustação. Em boa parte dos casos, eles são uma "armadilha" que terá que ser paga mais tarde.
    • Se for mesmo testar o serviço por algum tempo, lembre-se de deixar na sua agenda, a data em que precisa cancelar a subscrição.
    • Cuidado com os termos dos serviços que subscreve, fique atento aos prazos e condições.
    • Evite subscrever a serviços sem antes comparar e analisar outras opções no mercado.
    • Não aceite vendas "combinadas" em que para ter um serviço precisa testar outro. Isso vai ter um custo a ser pago mais tarde.
    • Procure também estar atento ao seu extracto bancário para poder cancelar serviços, se assim o desejar.
    • Evite opções de pagamento automatizadas como débido directo em conta ou pagamentos no cartão de crédito. Prefira ter o controlo da situação.

    *Valor indicativo para uma prestação média de 1000€ com redução das despesas a 60%. Simule e aguarde o contacto da nossa equipa para verificar o valor da sua poupança, em específico.

    Lembre-se: os serviços de degustação contam com o esquecimento e a preguiça de cancelar a subscrição.

    Esquecer de pagar multas

    É comum deixarmos para pagar multas mais tarde, seja porque não concordamos com o fato de as ter de pagar, seja por um ato de negação do acontecimento. Deixar de pagar as multas pode se tornar ainda mais complicado que recebê-las, pois com o tempo, elas tornam-se mais caras e juros podem incidir sobre o valor inicial.

    Existem soluções de crédito que o poderão ajudar em momento desafiantes e inesperados, seja para pagar uma multa, seja para lidar com uma situação médica de urgência. Estas soluções ajudam a organizar as finanças e a conseguir o dinheiro para pagar as prestações em atraso. O crédito consolidado com dinheiro extra é uma dessas alternativas.

    Esquecer de analisar e reavaliar seguros

    Os seguros são um tema muito técnico e complexo. São vários os produtos, as coberturas e fornecedores disponíveis. Entretanto, quando estiver para assinar um contrato, é fundamental que procure verificar atentamente, quais são as datas de maior importância para o seguro contratado. Tenha em conta as coberturas e exclusões, procure reavaliar ofertas disponíveis no mercado e sempre que considerar válido, solicite uma revisão da carteira do mercado segurador.

    Alguns dos seguros mais comuns são:

    • Seguro Automóvel.
    • Seguro de Vida.
    • Seguro de Casa.
    • Seguro de Saúde.

    Procure reavaliar periodicamente os seguros que tem contratualizados para identificar oportunidades de redução de custos ou até de troca de operador.

    Dica 7 - Conhecer os diferentes tipos de crédito do mercado

    reduzir quantidade creditos reorganizar vencimentos
    Reorganizar os Créditos • Fonte: e-loan Soluções Financeiras

    Pedir um crédito é um ato de elevada importância para a gestão orçamental. No entanto, é importante ter atenção às principais diferenças entre as soluções de crédito. Procure identificar quais produtos de crédito são mais adequados a sua carteira.

    Alguns dos pedidos de crédito mais comuns no mercado de créditos são:

    Crédito Pessoal

    É um empréstimo que visa a concessão de um empréstimo rápido, barato e sem grandes compromissos. Esta categoria de crédito é utilizado para adquirir produtos ou serviços de montantes pouco elevados. Por exemplo, o crédito pessoal pode ser utilizado para comprar um telemóvel ou pagar uma viagem de férias.

    Há casos em que pedir um novo crédito pessoal não é a saída mais indicada. Sobretudo, se já estiver com dívidas a decorrer em diferentes bancos e datas. Nesses casos, pode considerar uma solução para juntar os créditos e conseguir algum dinheiro extra.

    Crédito Habitação

    É um empréstimo que visa conceder dinheiro para a compra de uma casa. O crédito habitação por vezes, envolve prestações pagas durante longos períodos. Existem inúmeras variáveis que deve ter em conta antes de pedir um crédito dessa natureza, nomeadamente, prazo para pagamento, taxas envolvidas, categoria de contrato, entre outros.

    Saber identificar o crédito mais adequado para si, é muito importante. Há casos onde o crédito consolidado com hipoteca pode ser uma solução mais vantajosa do que pedir um crédito habitação, sobretudo, se houver um grande acúmulo de dívidas. Efetue uma simulação e receba a consultoria da nossa equipa de especialistas, sem qualquer custo.

    Crédito Consolidado

    Esta é uma modalidade de crédito que permite juntar várias dívidas mensais em apenas uma prestação. A consolidação de créditos permite que pague as dívidas numa só data e num só banco. A junção dos créditos permite ainda que possa obter um montante de dinheiro extra para ser utilizado em novos sonhos ou projetos.

    Conhecer as particularidades de cada crédito é importante para descobrir qual é a solução mais adequada para caso e necessidade.

    Dica 8 - Ter cuidado com a utilização de cartões de crédito

    Os cartões de crédito são uma modalidade de crédito que poderá ser utilizada livremente, sem grandes problemas. Trata-se de um meio de pagamento que permite a aquisição de produtos ou serviços em vários estabelecimentos. A característica principal de um cartão de crédito é permitir que faça compras, sem ter, efetivamente, dinheiro na conta. Portanto, os cartões de crédito são empréstimos que terão que ser pagos a qualquer momento.

    O cartão de crédito devolve ao seu utilizador, a sensação de possuir mais dinheiro do aquele que realmente tem para gastar. Entretanto, esta “facilidade” dos cartões pode levar ao descontrolo das finanças. Para saber mais sobre como utilizar os cartões de crédito de forma responsável, conheça o nosso guia sobre o assunto.

    Nesse ponto, é importante que pondere como usa os cartões de crédito. Se usa essa solução financeira controladamente ou se vive com um dinheiro que “não existe”. S