e-loan Soluções Financeiras

Partilhe este artigo nas redes sociais:

Liquidez extra do crédito consolidado para pagar IRS

O mês de julho é um dos mais aguardados pelos contribuintes que esperam ansiosamente por receber o reembolso de IRS. Por outro lado, existem também aqueles que, em vez de receberem reembolso, têm de pagar, acertando assim os impostos com as Finanças, relativamente ao ano fiscal anterior.

Ajuda pode também complementar reembolso de IRS

Por se tratar muitas vezes de um valor elevado, e que na maioria das vezes, acaba por ter um impacto significativo no orçamento mensal, preparámos este artigo, onde apresentamos o crédito consolidado com liquidez extra – uma solução que pode ajudar a pagar o Imposto Sobre o Rendimento de Pessoas Singulares, ou até ser combinada com o montante do reembolso de IRS, para realizar novos sonhos ou novos projetos.

Sumário

    O que é o IRS?

    O IRS é um imposto aplicável a quem obtém rendimentos em Portugal. A taxa do imposto é determinada com base nos rendimentos obtidos, seguindo diferentes escalões, e considerando as deduções permitidas por lei, como despesas de educação e saúde.

    Embora o IRS seja calculado individualmente, casais ou pessoas em união de facto podem optar por apresentar uma declaração conjunta, sujeitando assim o imposto à soma dos rendimentos do agregado familiar. Se receber reembolso de IRS, então poderá ficar sossegado. Por outro lado, se tiver de pagar é importante mesmo que não fique em dívida. Vejamos a seguir como o crédito consolidado poderá ajudá-lo a pagar IRS.

    Como o dinheiro extra do crédito consolidado pode ajudar a pagar o IRS?

    Imaginemos um exemplo prático de um contribuinte que pagava cerca de 1050€  de prestações mensais de crédito em bancos e datas diferentes.

    • 1 Crédito Pessoal: 500€/mês.
    • 1 Crédito Automóvel: 350€/mês.
    • 1 Cartão de Crédito: 200€/mês.

    Ao todo, pelos 3 créditos, este contribuinte acumulava cerca de 1050€ em dívidas mensais. Com um ordenado de 1200€, acabava por ter sempre dificuldades em fazer face a outras despesas, como alimentação, saúde e também o pagamento da pensão mensal aos filhos, por estar divorciado.

    Chegando a altura de entregar a declaração de IRS, apercebeu-se que este ano teria que pagar cerca de 1500€ em acertos de contas com o Estado.

    Desesperado pelo receio de apanhar uma multa das Finanças, este contribuinte começou à procura de soluções para poder cumprir com todas as suas obrigações de crédito, e também para conseguir liquidez extra, para não falhar este pagamento às finanças. Após uma pesquisa na internet, descobriu o crédito consolidado e-loan e decidiu fazer um pedido de consolidação de créditos com liquidez extra, onde obteve o seguinte resultado.

    Antes do crédito consolidado

    1 crédito pessoal (500€) + 1 crédito automóvel (350€) + 1 cartão de crédito (200€) = 1050€/mês

    Após o crédito consolidado

    1 Crédito Consolidado + liquidez extra = 520€/mês

    Ao fazer um crédito consolidado, este contribuinte conseguiu poupar cerca de 530€/mês. Deste modo, conseguiu ainda aproveitar ainda o dinheiro extra para pagar o IRS às Finanças.

    Se estiver numa situação semelhante à deste contribuinte, o crédito consolidado pode ser a solução indicada. Lembre-se que mais vale pagar todas as suas dívidas e evitar em simultâneo, problemas com as finanças.

    Onde pedir o meu crédito com liquidez extra?

    Na e-loan, temos o crédito consolidado com as melhores condições do mercado.

    Somos uma intermediária de crédito registada no Banco de Portugal que, ao longo dos últimos anos, auxiliou milhares de famílias a melhorarem a gestão das suas finanças.

    Com suporte totalmente online, faça a sua simulação no nosso site, sem compromisso, e receba uma resposta rápida e atenciosa às suas necessidades.

    Conhecer todas as datas do IRS é fundamental, especialmente para evitar multas com as Finanças. No nosso Blog – “As minhas Finanças” atualizamos semanalmente conteúdos sobre IRS, que podem ser bastante úteis, sobretudo para não o deixar escapar nenhuma data. Siga-nos e tenha acesso a este e outros conteúdos sobre Finanças.

    Partilhe este artigo nas redes sociais:

    artigos relacionados

    LER ARTIGO
    descida tabelas de retencao na fonte ate 8 escalao
    Atualização de tabelas de retenção na fonte IRS 2024 pelo novo Governo, traz alívio fiscal que para todos os escalões,...

    Novas tabelas de retenção na fonte IRS 2024 – Governo

    LER ARTIGO
    pagar irs em prestacoes
    Saiba neste artigo como deverá proceder para poder pagar o IRS às prestações. Pague este imposto online, se preferir.

    IRS 2024: como pagar às prestações?

    LER ARTIGO
    irs quem e dependente
    Tem dependentes a seu cargo? Neste artigo, explicamos até quando é que os deverá considerar quando preencher o IRS 2024....

    IRS 2024: quem é considerado dependente e até quando?

    LER ARTIGO
    irs automatico
    Descubra se está elegível para beneficiar do IRS automático. Lembre-se que quanto mais cedo entregar o IRS, mais depressa poderá...

    IRS automático 2024: como funciona e quem pode beneficiar

    Tags do artigo

    Receba os melhores conteúdos de finanças.

    Subscreva a nossa newsletter para receber conteúdos relevantes de poupança e literacia financeira, e esteja sempre a par das notícias mais atuais.

    Receba os melhores conteúdos de finanças.

    Subscreva a nossa newsletter para receber conteúdos relevantes de poupança e literacia financeira, e esteja sempre a par das notícias mais atuais.

    Scroll to Top
    o que deseja PROCURAR?