Como se preparar para o fim das moratórias? Veja no Guia sobre as moratórias e-loan.

O fim das moratórias de crédito 2021 está a chegar e é importante que comece a preparar-se para aquilo que poderá ser uma grande preocupação para as suas finanças.

Se viu os seus pagamentos de crédito suspensos durante um bom período de tempo, não se iluda. Esta ajuda não dura para semprePor isso, é importante que se prepare com alguma antecedência para evitar o descontrolo das suas finanças.

Mas como posso eu preparar-me para o fim das moratórias 2021 em Portugal? É simples. Para isso, só terá que prestar muita atenção ao guia de fim das moratórias que a e-loan Soluções Financeiras preparou para si. Fique com a e-loan desse lado e conheça já algumas das melhores dicas e soluções para superar a este período complicado da história de muitas famílias portuguesas – o fim das moratórias 2021.

O fim das moratórias 2021 revela-se uma preocupação para muitos portugueses. Informe-se e prepare-se para o fim das moratórias em Portugal.

O Guia das Moratórias 2021 e-loan Soluções Financeiras vai responder as suas dúvidas principais sobre o assunto. Se preferir, use o Sumário a seguir para aceder directamente aos pontos de interesse.

Guia das Moratórias 2021 em Portugal

Neste artigo vai encontrar as seguintes informações sobre o fim das moratórias dos créditos em Portugal.

Sumário

    O que é uma moratória de crédito e como funciona?

    A COVID 19 têm-se constituído como um grande desafio para famílias e empresas, as quais tem sentido grandes quebras nos seus orçamentos. Ou, porque o volume de trabalho diminuiu consideravelmente ou porque foram mandadas para casa, em regime layoff, ou até porque viram alguns dos seus elementos do agregado familiar serem despedidos.

    Uma das soluções encontradas pelo governo e por algumas instituições privadas para impedir o maior endividamento das famílias foi a adesão a moratórias de crédito. Assim foi possível que as famílias portuguesas conseguissem manter os seus compromissos financeiros.

    Mas afinal, o que são as moratórias dos crédito e como funcionam?

    As moratórias de crédito permitem a suspensão temporária dos pagamentos das prestações de um empréstimo com um aumento do seu prazo por um tempo determinado.

    Ou seja, um empréstimo que deveria terminar em Fevereiro de 2021, com uma moratória de 6 meses, será prolongado até Agosto de 2021.

    Isto significa que as famílias que contraíram um crédito e estavam obrigadas a pagar um determinado valor às instituições financeiras ou ao banco viram os seus pagamentos suspensos durante um determinado período de tempo.

    No entanto, quando falamos em moratórias de crédito, podemos distinguir dois tipos:

    • Suspensão total de pagamentos de crédito: as moratórias cujo pagamento ficou suspenso na sua totalidade onde as famílias optaram por não ficar a pagar nenhum montante à instituição.
    • Suspensão parcial de pagamentos de crédito: as moratórias cujos indivíduos ficaram a pagar apenas as taxas de juros, ao longo da suspensão do pagamento de crédito aos quais estavam obrigados.

    Tenha sempre em mente que esta ajuda não vai durar para sempre. Por isso, a melhor maneira de sobreviver ao do fim das moratórias é planear uma boa estratégia. Caso contrário, poderá vir enfrentar um período complicado no seu orçamento familiar.

    Veja a seguir, no guia das moratórias 2021 e-loan, as várias dicas de como poderá vir a organizar as suas finanças no fim das moratórias.

    Quando terminam as moratórias de clientes particulares? Veja no Guia das Moratórias e-loan.

    Se é cliente particular e optou por aderir às moratórias públicas retenha as seguintes datas:

    Datas previstas para o fim das moratórias 2021TipologiaTipos de Crédito
    31 de Dezembro de 2020.Moratórias privadas da ASFACCrédito pessoal.
    31 de Março de 2021.Moratórias privadas de créditos Crédito hipotecário (multiopções, linhas de crédito permanentes
    hipotecários).
    30 de Junho de 2021.Moratórias privadas de créditos Crédito não hipotecário (pessoais da banca).
    30 de Setembro de 2021.Moratórias públicas do EstadoCrédito habitação.

    Caso tenha aderido à moratória pública de crédito habitação a 30 de Setembro de 2020, a sua duração foi alargada até 30 de Setembro de 2021.

    Pelo contrário, se aderiu às moratórias privadas da ASFAC de crédito pessoal a 31 de Março de 2021 já terminaram a 31 de Dezembro de 2020. No entanto, o credor só poderá beneficiar desta moratória, caso em 2019, quando esta moratória foi concedida pela primeira vez, só tenha beneficiado de 25% da mesma.

    Caso tenha optado por aderir às moratórias privadas retenha as seguintes datas:

    • Para créditos hipotecários de moratória privada APB, como multiopções, linhas de crédito, hipotecário ou habitação, a data-limite de fim das moratórias 2021 será até 31 de Março.
    • Para créditos não hipotecários, pessoais da banca com validade de 12 meses, a data-limite da moratória privada APB será até 30 de Junho.

    Moratórias 2021 - Datas de fim das moratórias em Portugal

    Veja a seguir algumas datas importantes das moratórias 2021.

    Quando terminam as moratórias de clientes empresariais

    Veja a seguir as datas referentes às empresas.

    Empresas Prazo final moratórias empresariais
    Que estejam com moratórias de crédito desde 202030 de Setembro de 2021.
    Caso não estejam a pagar prestações na sua totalidadeCobrança de juros a partir de 1 de Abril de 2021.
    Empresas cujo CAE conste no Decreto de Lei 78/ A 2021Empresas a beneficiar de moratórias desde 30 de Setembro de 2020, o prazo final é
    30 de Setembro de 2021.
    Renovação automática do prazo de 12 de meses no seu contracto de crédito a
    30 de Setembro de 2021.
    • Para as empresas que estiverem a beneficiar de moratórias desde 2020, a sua data final é até 30 de Setembro de 2021.
    • Caso a sua empresa não esteja a pagar a prestação na totalidade, os juros vão começar a ser cobrados a partir de 1 de Abril de 2021.

    As empresas cujo CAE (Código de Actividade Económica) conste do anexo ao Decreto-Lei n.º 78-A/2020, e que pertençam a sectores em que o impacto económico, devido à COVID 19 foi maior, apresentam duas vantagens em relação às restantes:

    • Podem ficar em moratória de capital e juro