e-loan Soluções Financeiras

Partilhe este artigo nas redes sociais:

Dicas especiais para refeições saudáveis sem gastar muito dinheiro

Celebrar o Dia Mundial da Poupança com novas ideias para refeições saudáveis é uma excelente ideia, pois manter uma dieta equilibrada também é uma forma de poupar a longo prazo – evitando futuras despesas na saúde.

Poupar na saúde e na sua carteira

Aqui estão algumas dicas especiais para uma alimentação saudável com criatividade e um orçamento limitado.

Sugestões saudáveis para celebrar o Dia Mundial da Poupança

Se preferir seguir diretamente para alguma das dicas apresentadas, utilize o sumário.

Sumário

    1 - Faça um plano semanal de refeições, e liste os ingredientes necessários

    Planear as suas refeições semanalmente é uma ótima estratégia para poupar dinheiro e evitar o desperdício de alimentos.

    Antes de mais, verifique que alimentos já tem em casa, e procure maneiras de os aproveitar primeiro. De seguida, faça uma lista dos pratos que pretende preparar durante a semana – almoços, jantares, lanches, e até pequenos almoços – tendo em conta o que já tem, e acima de tudo, o que tiver um prazo de validade mais curto. Verifique também os folhetos de supermercado, sites e aplicações que listam as ofertas da semana, e tenha-as em conta ao planear as suas refeições.

    Numa lista separada, enumere os ingredientes que precisa para as refeições que definiu, mas que não tem ainda em casa. Inclua os ingredientes específicos para cada refeição. Depois da lista feita, faça as compras absolutamente necessárias para as refeições que definiu.

    Aproveite também ofertas e promoções para poupar em produtos não perecíveis, como por exemplo:

    • Grãos enlatados.
    • Massas.
    • Outros alimentos de longa duração.

    Ao comprar estes itens em promoção, pode adquirir uma maior quantidade destes a preços mais baixos, o que lhe permite poupar a longo prazo.

    2 - Compre alimentos da época

    Produtos na sua estação costumam ser mais baratos e mais frescos, tornando a sua escolha mais vantajosa. Visite mercados locais ou feiras para encontrar ofertas sazonais: estes oferecem habitualmente produtos frescos a preços competitivos. Além da poupança para a sua carteira, poderá estar a apoiar agricultores locais e comprar produtos mais sustentáveis. Mesmo no supermercado, comprar fruta e vegetais fora de época vai sair-lhe mais caro, e estes não serão tão saborosos.

    3 - Opte por legumes e frutas congeladas

    Legumes e frutas congeladas são práticos e podem ser mais baratos do que os frescos. Têm a vantagem de durar mais tempo, minimizando o desperdício, e são excelentes para fazer sopas, molhos, e nos caso das frutas, algumas sobremesas. Além disso, pode usar apenas a quantidade necessária, evitando que o restante se estrague.

    4 - Opte por fazer as suas refeições em casa

    Comer regularmente em restaurantes acaba por ficar caro, e as opções de fast food não são saudáveis. Cozinhar em casa permite que escolha os ingredientes, e as porções: dá-lhe o controlo total sobre o que coloca no seu prato, permitindo optar por ingredientes mais saudáveis, o que é importante para manter uma dieta equilibrada. E como não paga a ninguém que cozinhe por si, fica muito mais em conta.

    5 - Use proteínas de baixo custo

    Leguminosas, como feijão, lentilhas e grão-de-bico, são ricas em proteínas, e económicas. São uma excelente fonte de proteína vegetal, que é mais acessível em comparação com muitas proteínas de origem animal, e, por isso, uma alternativa económica e benéfica para substituir parte da carne ou do peixe nas suas refeições.
    Ovos são outra grande fonte de proteína de qualidade e são geralmente acessíveis, e muito versáteis. Ricos em nutrientes, podem ser usados de várias maneiras em receitas, o que os torna uma ótima opção para quem deseja economizar dinheiro enquanto mantém uma alimentação saudável.

    6 - Planeie refeições que possam ser reaproveitadas, reduzindo o desperdício

    Planear refeições que possam ser aproveitadas nos dias seguintes ajuda muito a evitar o desperdício de alimentos.

    Ao reutilizar sobras, poupa dinheiro e e evita o desperdício.

    Basta cozinhar em maior quantidade, para ter mais uma refeição no dia seguinte (até mesmo para levar para o trabalho e evitar os restaurantes), ou ter em conta componentes da refeição que sobrem e que poderá utilizar depois – como por exemplo, usar sobras de uma salada numa quiche de vegetais. Ou restos de um frango assado para um prato de frango à brás. Refeições de sobras podem ser deliciosas e poupam tempo e dinheiro, eliminando a necessidade de comprar mais ingredientes para refeições adicionais.

    7 - Limitar o consumo de carne

    Diminuir o consumo de carne pode trazer benefícios para a saúde, como a redução do risco de doenças crónicas. Ao mesmo tempo, diminui também os gastos com alimentos. A carne costuma ser uma das proteínas mais caras, e optar por cortes mais económicos ou substituí-la por proteínas vegetais pode ajudá-lo a poupar bastante.

    Substitua ocasionalmente a carne por proteínas vegetais, como vegetais, leguminosas, tofu e seitan. Ao consumir carne com moderação, irá economizar sem comprometer a qualidade nutricional.

    8 - Compre a granel

    A compra a granel é geralmente mais barata do que a compra de pequenas porções embaladas individualmente – isto permite economizar dinheiro a longo prazo, especialmente em itens não perecíveis. Use recipientes reutilizáveis para evitar desperdício de embalagens: além da poupança de dinheiro, a compra a granel também reduz o desperdício de embalagens. O uso de recipientes reutilizáveis, como potes de vidro ou sacolas reutilizáveis, é uma prática amiga do ambiente.

    alimentacao economica

    9 - Evite alimentos processados

    Alimentos processados tendem a ser mais caros e menos saudáveis. Estes contêm habitualmente uma grande quantidade de aditivos alimentares, prejudiciais à saúde, como conservantes, corantes e excesso de sódio.

    Optar por alimentos frescos e integrais, como frutas, legumes, grãos integrais e proteínas magras, é uma escolha mais económica e mais nutritiva, melhores que cereais, bolachas, batatas fritas de pacote e refeições prontas a comer.

    10 - Troque os refrigerantes por água

    Bebidas açucaradas e refrigerantes, além de serem mais caras, também são mais ricas em calorias vazias e açúcar.

    Escolher a água como a sua principal fonte de hidratação é a melhor opção.

    Evite, acima de tudo, beber as suas calorias – refrigerantes, bebidas alcoólicas, e sumos cheios de aditivos não são saudáveis – e podem consumir uma boa parte do seu orçamento alimentar. A água é essencial para manter o corpo hidratado e saudável.

    Ao longo deste artigo exploramos estratégias para manter uma alimentação saudável enquanto poupamos dinheiro. Neste Dia Mundial da Poupança lembre-se que, além de economizar nas despesas do dia a dia, também é fundamental planear o seu futuro financeiro. Para estar sempre a par de todas as novidades e dicas de poupança, acompanhe o nosso blog “As Minhas Finanças‘. A e-loan está comprometida em ajudá-lo a alcançar os seus objetivos financeiros e a tomar decisões informadas sobre o seu dinheiro. Afinal, a poupança inteligente hoje é o investimento para um amanhã mais seguro, estável e radiante.

    e-loan Soluções Financeiras é uma intermediária de crédito registada no Banco de Portugal especializada em crédito consolidadoJunte os seus créditos num só pagamento mensal, com taxas competitivas e flexíveis.

    Partilhe este artigo nas redes sociais:

    artigos relacionados

    LER ARTIGO
    planear ferias baratas antecipadamente
    Gostava de ir de férias sem gastar muito dinheiro? Hoje é o seu dia de sorte! Conheça 6 dicas para...

    Férias baratas: 6 dicas para as planear antecipadamente

    LER ARTIGO
    dicas poupanca cozinha
    Conheça sugestões práticas e úteis para poupar na cozinha. Otimize o seu tempo, reduza o consumo de ener