Saiba o que é o incumprimento no Banco de Portugal e como a consolidação de créditos poderá ajudar a evitar o cenário de endividamento

O incumprimento bancário é um cenário cada vez mais comum na vida dos portugueses. A diminuição significativa dos rendimentos aliada à subida inesperada das despesas, devido a fenómenos como a inflação, são alguns dos motivos que justificam o aumento das dificuldades em fazer face ao aumento significativo das despesas mensais. Estar ciente de uma possível entrada em incumprimento no Banco de Portugal é fundamental, sobretudo para procurar soluções que ajudem a evitar ao máximo a perca do controlo das dívidas.

Diminua o risco de entrar na lista negra do Banco de Portugal com a ajuda do crédito consolidado

Ao longo deste artigo, iremos apresentar com mais detalhe o que é o incumprimento bancário. Saiba ainda como a consolidação de créditos poderá ajudar a evitar a entrada para a lista negra do Banco de Portugal.

O que é o incumprimento bancário?

O incumprimento no Banco de Portugal ou entrada para a lista negra é um status que dita o não pagamento das dívidas de crédito de um cliente bancário ao banco. Enquanto a situação das dívidas não for regularizada, este registo ficará no Mapa de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal (BP) de cada cliente.

Imagine-se, por exemplo, que a Maria e o João pagavam várias dívidas de crédito em bancos e datas diferentes:

  • 1 crédito habitação: 550€.
  • 1 crédito automóvel: 350€.
  • 1 crédito pessoal: 200€.

Ao todo pela soma dos 3 créditos, o casal acumulava um total de dívidas no valor de 1100€/mês.

Total das dívidas de Crédito:

1 crédito habitação (550€) + 1 crédito pessoal (350€) + 1 crédito pessoal (200€) = 1100€

Com um rendimento de apenas 1750€, a Maria e o João ficavam com apenas 650€ para as restantes despesas. A certa altura, o casal precisou de comprar um computador para o João. Para o efeito, decidiram pedir outro crédito pessoal no valor de 350€, tendo ficado com apenas 300€ disponíveis para as restantes despesas mensais.

650€ – 350€ = 300€

Passado uns meses, a Maria foi despedida e deixou de ter tanta disponibilidade financeira para ajudar o companheiro a pagar as despesas. Com poucas possibilidades, o casal acabou por entrar em incumprimento no Banco de Portugal e perdeu bens como a casa e o carro.

NOTA: 

  • A entrada em incumprimento bancário da Maria e do João podia ter sido evitada se tivessem conhecido soluções que os ajudassem a reduzir os créditos e aumentar a disponibilidade financeira. Neste caso, o crédito consolidado podia fazer a diferença. Mais à frente, iremos explicar como esta solução seria importante para o casal.

Porque devo evitar entrar em situação de incumprimento bancário?

A entrada em incumprimento no Banco de Portugal ou em incumprimento bancário pode trazer consequências negativas para a saúde das suas finanças.

Alguns problemas associados à entrada em incumprimento no Banco de Portugal:

  • Dificuldades em recuperar a confiança dos bancos: uma vez entrando em incumprimento bancário, terá mais dificuldade em retomar o pagamento das suas dívidas. Na prática, o seu registo ficará no Banco de Portugal durante 10 anos, mesmo que a situação venha a ser regularizada. Ou seja, se recorrer a alguma ajuda posterior, como o crédito consolidado com liquidez extra, poderá ser criado um sentimento de insegurança em relação ao seu perfil financeiro, o que, consequentemente, poderá ditar a recusa do crédito.
  • Dificuldades em retomar o pagamento das dívidas: após entrar em incumprimento bancário, tornar-se-á mais difícil recuperar a estabilidade das suas finanças, o que consequentemente poderá causar-lhe outros problemas como, perder a casa, passar fome, entre outros.
  • Dificuldades em pedir empréstimos: após entrar em incumprimento bancário, terá muito mais dificuldades para lhe ser concebido um crédito. As financeiras irão analisar o seu perfil do Banco de Portugal, e uma vez verificado o incumprimento bancário, dificilmente lhe será atribuído um empréstimo antes de a situação estar regularizada.

Como pode entender, são várias as desvantagens associadas ao incumprimento bancário. Voltemos ao exemplo da Maria e do João, que, se tivessem optado pelo crédito consolidado poderiam ter evitado os problemas enumerados. Além disso, teriam ainda a possibilidade de aumentar os níveis de poupança.

Consolidação de Créditos da Maria e João

Imagine-se agora um novo cenário, onde a Maria e o João, conscientes do perigo de entrar em incumprimento bancário e a pagar agora 4 dívidas de crédito, decidem pesquisar soluções que os ajudem a recuperar a estabilidade das suas finanças. Numa dessas pesquisas, descobrem que a consolidação de créditos e-loan pode ajudar, e decidem fazer uma simulação gratuita no site.

Resumo dos Créditos para recordar:

Tipo de CréditoValor do Crédito
1 crédito habitação550€
1 crédito automóvel350€
1 crédito pessoal200€
1 crédito pessoal350€
Total de Dívidas de Crédito1450€

Antes da Consolidação de Créditos e-loan:

1 crédito habitação (550€) + 1 crédito pessoal (350€) + 1 crédito pessoal (200€) + 1 crédito pessoal (350€) = 1450€

Após a Consolidação de Créditos e-loan:

1 crédito consolidado = 580€/mês

Ou seja, ao consolidar créditos o casal obteria uma poupança mensal de 60% no valor de 580€. No final de um ano, isto resultaria numa poupança anual de 10440€.

870 x 12 (meses) = 10440€

Além da poupança anual, a Maria e o João podiam ainda obter um empréstimo de dinheiro extra para aderir a novos sonhos ou projectos que estivessem por concretizar. O casal ficou muito feliz com a solução encontrada pela e-loan Soluções Financeiras, por isso decidiu recomendar a empresa a vários familiares e amigos. Se ainda está com dúvidas sobre o crédito consolidado, veja a seguir alguns detalhes deste produto.

Mas afinal o que é um crédito consolidado?

O crédito consolidado (CC) ou consolidar créditos é uma solução financeira que permite juntar várias mensalidades pagas em datas e bancos diferentes, numa só prestação.

Que será paga:

  • Num só banco.
  • Numa só data.

Além da reorganização financeira, o crédito consolidado tem ainda outras vantagens a si associadas. Veja a seguir outros benefícios de consolidar créditos.

Quais são as principais vantagens em aderir a uma consolidação de créditos?

Principais vantagens de consolidar créditos num só para evitar a entrada em incumprimento no Banco de Portugal.

Benefícios de aderir a um crédito consolidado

Caso queira seguir directamente para alguma das vantagens indicadas, utilize a ajuda do sumário.

Sumário